Estado volta à fase vermelha; indústria pode operar com cuidados

05 de maro 2021

Indústria de calcário pode operar normalmente, seguindo os cuidados já adotados

Foto: Divulgação

Os 645 municípios do estado regredirão para a fase vermelha do Plano São Paulo a partir da zero hora deste sábado, 6 de março. A decisão foi comunicada pelo governo paulista neste dia 3 de março, e leva em conta o aumento alarmante de casos, internações e mortes causadas pelo coronavírus.

Inicialmente, a etapa mais rigorosa de restrição de mobilidade e abertura de serviços não essenciais fica em vigor até o próximo dia 19. Próximo dessa data, a continuidade ou não da fase vermelha será avaliada.

A indústria de calcário pode operar normalmente, seguindo os cuidados já adotados. Porém, deve ficar atenta a eventuais medidas restritivas nos municípios, já que situações pontuais podem fazer com que prefeitos elevem os níveis de restrição fixados pelo estado.

Atividade essencial

“Somos amparados pela Portaria 135/2020, de 28 de março do ano passado, que considera a Mineração atividade essencial”, esclarece Euclides Francisco Jutkoski, diretor do Sindical. A portaria é do Ministério de Minas e Energia.

“Nossa atividade disponibiliza insumos necessários à cadeia produtiva das atividades essenciais descritas no parágrafo 1º do artigo 3º do Decreto 10.282/2020”, relata Euclides.

Nas dependências das empresas, ações básicas devem ser mantidas, como:

. a permanente ventilação dos espaços,

. aferição de temperatura,

. uso frequente de álcool em gel,

. uso e troca de máscaras,

. evitar aglomerações,

. manutenção de distanciamento social,

. reduzir número de usuários em banheiros e refeitórios, entre outros.

. constante higienização de equipamentos e veículos;

. terceirizados e prestadores de serviços, no interior da empresa, devem seguir as mesmas regras

. e com o time da casa, sempre que possível, prefira o teletrabalho.

Restrição das 20 às 5h

Ao mesmo tempo, a gestão das empresas deve estar atenta quanto às restrições aos serviços necessários para a boa operação. A recomendação é o uso das ferramentas digitais.

De acordo com o Plano SP, a fase vermelha só permite funcionamento normal de serviços essenciais como indústrias, bancos, lotéricas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, escolas, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, feiras livres, bancas de jornal, postos de combustíveis, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

Estabelecimentos não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet, como é o caso de restaurantes – o consumo no local é vetado. Academias, salões de beleza, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público.

Durante a fase vermelha, haverá toque de restrição a partir das 20h em todas as regiões do estado, com recomendação para circulação restrita em vias públicas e fiscalização ampliada até as 5h.

Clique aqui e veja a nova formatação do Plano SP, apresentada pelo governo estadual.

Voltar