Segurança jurídica amplia importância da negociação coletiva

09 de outubro 2020

Assembleia foi conduzida pelo presidente do Sincaf, Renato Hachich Maluf

Foto: Divulgação

A prevalência do negociado sobre o legislado torna cada vez mais importante a participação dos associados do Sindicato Patronal das Indústrias da Construção de Limeira (Sincaf) nas negociações coletivas realizadas junto ao sindicato dos trabalhadores, o Siticecom.

A situação foi reforçada com os debates envolvendo salários e benefícios para os trabalhadores das empresas que atuam no segmento de mármore e granito. Assembleia dos associados dessa área ocorreu no último dia 6 de outubro. Agora, o Sincaf formalizará a proposta e aguardará a resposta do Siticecom.

A data-base da categoria ocorre em 1º de outubro. A assembleia foi conduzida pelo presidente do Sincaf, Renato Hachich Maluf. A participação foi online, em razão das medidas sanitárias adotadas no período de pandemia. Mary Dalva Leme Fiorentini, assessora técnica do Sincaf, acompanhou os trabalhos.

Em toda negociação, os empregadores analisam as cláusulas da pauta enviada pelo sindicato dos trabalhadores e sugerem medidas. A Comissão de Negociação do Sincaf analisa previamente as sugestões, que depois são discutidas na assembleia patronal. Há então a preparação do documento que é enviado ao representante dos trabalhadores.

Um dos efeitos da prevalência do negociado sobre o legislado é a segurança jurídica das empresas representadas pelo Sincaf, conforme convenção coletiva de trabalho. Comunicados manterão os empresários informados sobre a evolução da negociação.

Voltar