Minas Gerais foca na análise de solo para gerar resultados

06 de agosto 2020

Foto: Divulgação

Resultados de produtividade no campo passam por um receituário agronômico de qualidade quanto à análise de solo. A avaliação é do presidente do Sindac/Minas Gerais, Anselmo Vasconcellos Neto, que participou da rodada de entrevistas com as lideranças estaduais do calcário agrícola.

A variedade nos tipos de cultura marca o perfil do agronegócio no estado, incluindo café e grãos. Também passa pela área pecuária. O estado consome anualmente 6 milhões de toneladas de calcário.

Para o presidente do Sindac, a padronização no processo de análise do solo feita pelos laboratórios do estado gera um receituário que traz informação de qualidade ao produtor.

Assista ao vídeo – clique aqui.

Voltar