Empresas fornecerão cartão de benefícios na área da saúde

05 de outubro 2018

Empresas, Sincaf, Siticecom e Homecard avaliaram itens do cartão de saúde

Foto: Divulgação

Um cartão de benefícios na área da saúde é uma das principais novidades da convenção coletiva de trabalho firmada entre patrões e empregados dos setores de Madeira e Mobiliário de Limeira.

Com isso, empresários e trabalhadores tenrão acesso a um atendimento de qualidade, sem onerar demais o lado financeiro das empresas e o orçamento das famílias.

A medida foi apresentada em reunião realizada no dia 17 de agosto no Siticecom. O Sindicato Patronal das Indústrias da Construção de Limeira (Sincaf) esteve presente com sua assessora técnica Mary Dalva Leme Fiorentini, que acompanhou os associados. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores (Siticecom), Ademar Rangel, e o diretor da HomeCard Benefícios, Adilson Santos Costa, também estavam presentes.

"A ideia foi criar um dispositivo que ajude os trabalhadores sem onerar as empresas", contou Mary. Por isso, a escolha de um cartão de benefícios, que é diferente do plano de saúde tradicional.

O benefício fica na casa de R$ 24,60 mensais, custeados pela empresa. O trabalhador titular poderá indicar até cinco familiares, independente da idade. Essas pessoas terão direito a benefícios nas áreas médica, como pronto atendimento – em área reservada do Hospital Humanitária -, consultas em unidades particulares e exames.

Esses procedimentos somente serão pagos pelo trabalhador quando da utilização. A cobrança envolve valores bem menores que os das consultas e exames particulares.

"Temos um contrato básico, que pode ser aprimorado com a inclusão de outros serviços, caso haja interesse dos empresários e trabalhadores", disse Adilson. O atendimento hospitalar é um deles.

Originária dos Estados Unidos, a prática deve estar totalmente adotada nas empresas do setor nos próximos 60 dias. Para Rangel, a medida representa um avanço. "Sabemos do custo de um plano de saúde tradicional. Daí essa ser uma boa alternativa", afirmou, durante a reunião.

O Sincaf está à disposição das empresas associadas para tirar dúvidas. Basta ligar para (19) 3451-3665.

Voltar